quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Questionando o Amor...


Meu corpo está mergulhado no fundo do mar
Minh'alma nada contra dores amargas e profundas
Meu coração desorientado tenta me levar à algum lugar
O amor nunca esteve tão distante de mim - como hoje

Tuas palavras foram como tempestades lançadas contra mim
Cada palavra dita - era como uma onda violenta que me atingia
Tuas lembranças salvas em minha memória,
Me faziam desejar minha morte

A vida sem amor não é vida
A vida sem amor - um coração morto
Eu só precisava de você - teu corpo, teu coração, tua alma
Você era minha vida - meu amor

Eu sou um ser fruto de uma relação sem amor
Quantos mais como eu andam por ai?
Eu sou um ser destruído por quem mais amou
Quantos mais como eu andam por ai?

E o amor, será que existe para todos?
A vida realmente perde a razão se não amarmos ao menos uma vez
Mas o mesmo amor que pode nos fazer viver intensamente,
É o mesmo amor que pode nos matar lentamente.

by Bruna M.

4 comentários:

  1. É preciso ter coragem para escrever poemas hoje em dia. .. Parabéns. .. escreva mais e leia ainda mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras... Continuarei a ler, escrever...

      Excluir