sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Entorpecido


No meio da noite ele aparece para mim
Ele adora me torturar silenciosamente
Rasga meu coração, o fazendo em pedaços
Corrompe minh'alma e me envolve na escuridão

Oh meu anjo da noite
Atormentado por lembranças que não lhe permitem partir
Nosso romance jamais será esquecido
A cada anoitecer você vem me acariciar com tua dor
Tu sempre serás a minha sombra, a minha dor, a minha infinita angústia

O espinho da rosa fere meu dedo,
Fazendo-o jorrar gotas de sangue
O crepúsculo anuncia a tua chegada logo mais
Meu príncipe da noite

Tentei não odiá-lo mais do que a mim mesma
Meu sangue derramado, meu amor ferido
Mas quanto mais eu o sinto em mim, mais se torna difícil me libertar
Eu não consigo retornar ao que eu era antes
E mesmo que eu queira, eu me apaixonei pela dor

Minha vida tem sindo um jogo de faz de conta
Minha mente me provoca a todo o momento
Ela deseja a dor mais do que eu desejo a liberdade
Teu veneno em minhas veias, paralisa todo meu corpo

Teu veneno é como a morfina paralisando minha dor
Enquanto um lado grita aliviado por não sentir mais dor
O outro grita angustiado por não conseguir viver sem dor
Dois mundos dentro de mim, agora em conflito

Você assassinou minha sanidade
Eu abandonei a luz para segui-lo na escuridão
Eu sinto a dor me dominando novamente
Minha tristeza e angústia alimentam minha dor
Agora eu grito com todo meu ódio

Uma vez eu cheguei a acreditar que me libertar de ti seria o melhor
Hoje eu sei que sem a dor que vem acompanhada de ti, eu não vivo
Vivo um romance imaginário, que só me causa angústia e dor
Isso nunca poderia ser real...
Eu realmente não sei o que é mais real ou imaginário

by bruna M.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Questionando o Amor...


Meu corpo está mergulhado no fundo do mar
Minh'alma nada contra dores amargas e profundas
Meu coração desorientado tenta me levar à algum lugar
O amor nunca esteve tão distante de mim - como hoje

Tuas palavras foram como tempestades lançadas contra mim
Cada palavra dita - era como uma onda violenta que me atingia
Tuas lembranças salvas em minha memória,
Me faziam desejar minha morte

A vida sem amor não é vida
A vida sem amor - um coração morto
Eu só precisava de você - teu corpo, teu coração, tua alma
Você era minha vida - meu amor

Eu sou um ser fruto de uma relação sem amor
Quantos mais como eu andam por ai?
Eu sou um ser destruído por quem mais amou
Quantos mais como eu andam por ai?

E o amor, será que existe para todos?
A vida realmente perde a razão se não amarmos ao menos uma vez
Mas o mesmo amor que pode nos fazer viver intensamente,
É o mesmo amor que pode nos matar lentamente.

by Bruna M.

Não Há Esperança


A música fala de sentimentos
Muitas vezes de tristeza, dor e perda
De forma poética,
Palavras duras e amargas são lançadas

Sinta a miséria deste mundo
Veja a tragédia em que vivemos
A felicidade está se perdendo
A solidão e tristeza são cantadas

Durante a caminhada, muitas quedas
Muitos caem no abismo de onde não mais retornam
Dias cinzentos, sem beleza
A esperança foi perdida a muito tempo

A dignidade, há muito não se vê presente nas pessoas
Os jardins já não dão flores tão belas como em outros tempos
O amor nos foi roubado e muitos nunca ouviram falar
Ele desapareceu com o medo e a esperança

O amor está morto
A esperança a muito não se fala
Entes queridos nos abandonam a todo momento
O medo e a escuridão, tudo que restou

Veja, sinta a miséria deste mundo...


by Bruna M.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Meu Doce Eterno Amor


Quando encontrei o amor,
Descobrir o sentido da vida
Quando encontrei você,
Me descobrir...

Quando abri aquela porta e olhei em teus olhos pela primeira vez
Eu sei que ali... foi amor a primeira vista.
Corpo trêmulo, paralisia temporária, palavras ficaram presas em minha garganta...
Eu soube ali que era algo forte, algo que até então eu desconhecia

Nunca havia escutado meu coração bater tão forte como naquele dia
Meu sangue quente, as batidas aceleradas do meu coração
Era você, tinha que ser você... apenas você.
Naquela noite de 05 de julho eu sabia que minha vida não seria mais a mesma

E não demorou muito para sentir os teus lábios quentes nos meus
E depois os teus braços em volta do meu corpo me servindo de leito
Tuas carícias, tua pele junto a minha, teu corpo quente colado ao meu
Ali, entre aquelas quatro paredes, nos teus braços...

Desde então, não passo um dia sem pensar em você
Você está presente em meus pensamentos, assim como em minha vida
Você é o meu maior desejo: ontem, hoje e sempre
Meu doce amor.

O meu amor por você só aumenta, e a cada dia que passa, te amo mais
Um amor sem fim, uma vida
Quando olho em teus olhos eu tenho certeza de que
É com você que quero passar o resto dos meus dias meu amor, te amo.


Para o meu amor, com todo o carinho.
by Bruna M.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Nada Além de Solidão


Presença insignificante
O silêncio me abraça
Perdendo o equilíbrio
Estou perdendo o controle da minha vida

Caminho na escuridão
Velas se apagam
Enquanto toco em seu coração
Trazendo lembranças de tristezas passadas

Caindo no abismo que eu mesma criei
Perdida no mar de mentiras que inventei
Meu véu negro cai suavemente
Um vazio me devora interiormente

Não sou mais a mesma doce menina
Coração cheio de esperanças, confiança,
Compreensiva, paciente e calma
Hoje restou apenas medo de perder,
Lembranças de tudo que perdi

Sinto falta de quando pegavas em minhas mãos
E meu coração se aquecia, se aliviava em esperança
Mas o inverno chegou cedo demais,
Flores morreram e com elas o meu amor se foi...

Cá estou, sozinha novamente...


by Bruna M.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Medo do Amor


Meu coração está em pedaços e humilhado
Se eu soubesse como não me importar
Isso não iria me machucar - nunca mais
Preciso reconstruir minha vida
Minhas cinzas estão espalhadas pelo chão

Sem dor eu não seria o que hoje sou
A dor que senti me fortaleceu
Eu não tenho medo da dor
Eu não tenho medo de me ferir

Vivo meu sonho
Sigo meu coração
Não espero que me compreendam
Mas não tenho medo - não mais

O peso sobre minhas costas nunca foi maior do que eu poderia suportar
Já senti meu coração queimar por uma dor insuportável
Já senti minhas lembranças me ferirem mortalmente
Mas sobrevivi e não tenho mais medo da dor - não tenho medo de tentar

Uma porta se fechou,  outras se abrirão
Eu não tenho medo de tentar - quantas vezes forem necessárias
Eu não tenho medo do amor - não mais.

by Bruna M.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Meu Romance Obsessor


No meio da noite ele aparece para mim
Ele adora me torturar silenciosamente
Rasga meu coração, o fazendo em pedaços
Corrompe minh'alma e me envolve na escuridão

Oh meu anjo da noite
Atormentado por lembranças que não lhe permitem partir
Nosso romance jamais será esquecido
A cada anoitecer você vem me acariciar com tua dor
Tu sempre serás a minha sombra, a minha dor, a minha infinita angústia

O espinho da rosa fere meu dedo,
Fazendo-o jorrar gotas de sangue
O crepúsculo anuncia a tua chegada logo mais
Meu príncipe da noite

Tentei não odiá-lo mais do que a mim mesma
Meu sangue derramado, meu amor ferido
Mas quanto mais eu o sinto em mim, mais se torna difícil me libertar
Eu não consigo retornar ao que eu era antes
E mesmo que eu queira, eu me apaixonei pela dor

Teu veneno em minhas veias, paralisa todo meu corpo
Ele é como a morfina paralisando minha dor
Enquanto um lado grita aliviado por não sentir mais dor
O outro grita angustiado por não conseguir viver sem dor
Dois mundos dentro de mim, agora em conflito

Você assassinou minha sanidade
Eu abandonei a luz para segui-lo na escuridão
Eu sinto a dor me dominando novamente
Minha tristeza e angústia alimentam minha dor
Agora eu grito com todo meu ódio

Uma vez eu cheguei a acreditar que me libertar de ti seria o melhor
Hoje eu sei que sem a dor que vem acompanhada de ti, eu não vivo
Vivo um romance imaginário, que só me causa angústia e dor
Isso nunca poderia ser real...
Eu realmente não sei o que é mais real ou imaginário

by bruna M.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Os Heróis de uma Guerra Falida


Caminhos longos e solitários
Miséria, ódio, desejos de vingança
Por todos os lados que se olha
Caminhos manchados de sangue

Neste caminho turvo eu faço meu destino
À muito tempo ando sem destino certo
Meus olhos já viram tantas coisas,
Que já não os consigo fechar sem ter pesadelos

Os heróis estão caídos e o sangue derramado
Deram suas vidas por batalhas perdidas desde o começo
Batalhas para a conquista de terras que não eram suas
E mais poder para aqueles que já tinham

Foram comandados por ditadores
Marcharam para guerras sem sentido
Muitos pais de família que deixaram seus filhos órfãos
Muitas batalhas perdidas antes de começarem

Eles partiam sabendo que jamais retornariam
Correndo em direção a morte
Com suas lanças, arcos e flechas nas mãos
Ou atrás de catapultas, canhões

Almas atormentadas que jamais repousarão
Tudo em prol dos seus ditadores que só queriam poder
Guerras fúteis em nome do poder, da ganância...
Terras manchadas de sangue inocente.

By Bruna M.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Abandone o Passado


Não se prenda aquelas velhas recordações
O passado nem sempre deve ser guardado
Jogue fora aquelas velhas cartas
Jogue fora velhas fotografias
Jogue fora tudo o que lhe trás tais recordações

Não guarde o que não faz parte do teu presente
O passado você pode guardar em teus pensamentos
Mas jamais o guarde entre lembranças palpáveis
Elas tornarão os pensamentos mais vivos

O passado pode interferir no teu presente
E ameaçar o teu futuro se você permitir
Pois ela sempre estará viva ali, naquelas velhas recordações
Passado, o abandone...

by Bruna M.




quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Amor, Obsessão e Morte


Escondendo a minha verdadeira face de todos
Ninguém sabe como é ter medo de si mesmo
Ter medo dos próprios pensamentos
Culpa e remorso é o que restou para o resto de meus dias

Os ventos sopram com mais força agora,
Sinto nesta mesma hora, o beijo frio da morte... apenas silêncio
Sinto meu coração sangrando a cada badalada do sino a meia noite,
Nesta mesma hora em que ela caiu em meus braços, pálida e fria como a chuva de outono
Meu amor, me perdoe...

Vivendo de lembranças que me matam dia após dia
Nós éramos tão parecidos e tão diferentes ao mesmo tempo
Duas almas entrelaçadas, mas tão sozinhas
Mas nos completávamos como notas musicais,
Tínhamos o ritmo, a melodia... uma harmonia perfeita

Como um ritual, me deito sobre a tua tumba a meia noite todos os dias
Sinto a dor dentro do meu peito, como a de uma faca me rasgando por dentro
Você deveria ter sentido o mesmo quando perfurei o teu peito lhe tirando a vida
Agora eu choro feito criança, lamentando não estar como você... com você

Ah, como eu adorava quando você dançava para mim todas as noites
Enquanto me sentava de frente para o piano e tocava apenas para você
Era apenas eu, você e nosso amor explodindo dentro de nós cada dia mais intenso
O mesmo amor que me fez enlouquecer e lhe tirar a vida

Eu posso sentir você aqui, neste vento frio que me congela
E ainda sinto o nosso último beijo, tão frio
Sinto o teu perfume no ar
Meu castigo é viver sem ti, apenas carregando o remorso e a dor infinita que me consome
Dor esta que só terá fim quando eu partir...

by Bruna M.



quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Minha Dor é a Dor do Mundo


Ando afundada em desarmonia e discórdia
Meu coração está endurecido a tantos anos
Minh'alma está atormentada pelo caos
Venha, cure meu coração e minh'alma...

(Me liberte)

Estou mergulhada em um mundo de imundices e distorções
Estou  mais uma vez aos prantos
Presa ao passado podre que desejo esquecer,
E a um futuro fracassado e perdido

Nesta imensidão de sofrimento e angústia sem fim
Eu mergulho meu pobre corpo enfraquecido
Entregando meu corpo e minha alma
Aqui onde sou tudo e nada

Sinto o fim se aproximar,
Um mar de enfermidades e sofrimento
Não há mais esperança, e não existe salvação
Sinto o veneno do mundo circular em minhas veias

Então mais uma vez eu queimo por dentro
(Doce veneno)
Mas enquanto eu ainda respirar,
Minha aflição não terá fim.
(Minha dor é a dor do mundo.)

by Bruna M.



quinta-feira, 14 de agosto de 2014

A Dor de Ontem não Será a Mesma Amanhã


A dor que hoje habita em mim
Não é a mesma de ontem
E não será a mesma amanhã
Apenas dor...

Quem ver a calmaria do lado de fora,
Não imagina a tempestade que habita do lado de dentro

Um ser livre e sem destino
Novos caminhos a percorrer,
A cada novo amanhecer
Seguindo sem direção

Novas escolhas a cada dia
Novas companhias,
Novos jogos,
Novas batalhas ganhas e outras perdidas

Nascido para ser livre
Criatura do mundo
Sem apegos e sem companhia
Veio ao mundo para ser solitário

by Bruna M.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Alma Errante


Alma que repousa sob o luar
Errante e sem direção
A mil anos perdida
Tentando encontrar o teu caminho

Várias guerras presenciou
Lutou bravamente e todas ela venceu
Alma sofrida e atormentada
Carrega consigo a tragédia em todo o seu passado

Fantasmas que assombram
Alma sombria e aterrorizada
Carregará o teu carma consigo para todo o sempre
Em busca de tua redenção

by Bruna M.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Em Busca de Respostas


Você partiu com o amanhecer
Sem nenhuma carta deixar
Levando tudo o que lhe pertencia
Caminhando sozinho sem destino

Chuva e o vento frio batem com força em sua face
Fugindo e se afastando do seu passado
Pobre criança,
Por que você teve que partir?

Mas as respostas para as tuas perguntas
Você jamais encontraria em casa
O amor que você procura,
Você jamais encontraria em casa...

Abrindo novos caminhos a serem percorridos
Mas sendo sempre um garoto solitário

Pobre alma solitária
Chore, apenas chore
Fuja, corra para bem longe
Não deixe que eles vejam as tuas lágrimas

Vá e encontre as respostas que precisa
Vá e encontre o amor que procuras...
E no fim do túnel encontrarás as respostas
E encontrarás o amor que procuras...

A luz de um novo amanhecer...


by Bruna M.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Música: A Linguagem da Alma


Feche os teus olhos e sinta a música
Relaxe e se entregue a ela
Deixe-a guiar os teus movimentos
Dos mais delicados aos mais ousados

Ritmo, harmonia e melodia
Os pilares da música

A música é saboreada delicadamente pela alma
Ela entorpece, enfeitiça, hipnotiza
Música foi feita para sentir
Então sinta-a...

Música é criada através de sentimentos
Ela é sensual e espiritual
Vem de dentro, vem da alma
Por isso ela tem o poder de nos tocar profundamente

Ela é fascinante, é os olhos do compositor
Ela é inquietante, assim como os músicos
Traz consigo um pouco da alma do compositor
A música é um grande enigma, assim como a alma.

by Bruna M.

domingo, 6 de julho de 2014

O Abraço da Morte


E sob o luar,
Repouso minh'alma
Noite fria e escura
Caminho sem destino

Um abismo infinito de lamentos
Percorrendo a trilha da loucura
E agora a beira do precipício
Eu grito meu ódio
Lançando-me no abismo infinito

Enquanto voo para os braços de Thanatos
Vejo toda minha vida como um filme
Lamentando minha pobre existência
O filme passa lentamente e retarda o desfecho final

Morte, oh morte
Tão perto estas agora
Morte que logo irá me abraçar...

by Bruna M.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

A Rosa e os Espinhos


Já é primavera...
Os jardins floridos novamente
As rosas se abrem
Uma mais sedutora que a outra

A rosa é a paixão e o amor
Os espinhos a dor

Tu amas a rosa, mesmo tendo ela tantos espinhos
Jamais se negou a abraçá-la
Até mesmo quando ela o feriu profundamente
Tu a amas profundamente, até mesmo na dor!

by Bruna M.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Ao meu Amor


Você...

Você é o tipo de homem que sempre desejei ter ao lado
Você é a parte importante da minha felicidade
Você é o meu sorriso, a minha alegria
Você é a minha paixão, meu encanto e amor.

Você é a brisa que acaricia minha face
Você é a poesia da minha vida
Você é o toque e a minha emoção
Você é a música da minha vida

Você é a luz que clareia as minhas noites
Você é o corpo quente que me aquece no frio
Você é o meu refúgio e proteção
Você é o meu esconderijo

Você é o abraço forte que me conforta
Você é aquele que possui o cheiro que me enfeitiça
Você é aquele que me conhece
Você é aquele que me percorre e acaricia

Você é a minha explosão de sentimentos
Você é aquele que me mostrou o amor
Você é o único homem a quem eu disse "Eu te Amo"
Você é aquele que me faz sentir única

Você é tudo...
Você é o meu amor!


by Bruna M.
(dedico estas estrofes ao meu amor - O amor é magia que encanta e enfeitiça os corações!)

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Maldito Amor


A chuva bate no telhado neste momento
O vento frio adentra pela janela entreaberta
Balançando levemente as cortinas vermelho sangue
Noite escura e deserta
Cá estou... Sozinha novamente

Sem você mais uma noite
Reaprendendo a viver sozinha novamente
Rompendo as correntes que ainda me prendem a você
Sinto o gosto amargo do veneno que você deixou em mim

Desde o dia em que você me abandonou
A solidão me consome cada dia mais
Totalmente vazia de sentimentos bons
Nutrida apenas pelo ódio e desejos de vingança

Sua partida deixou um imenso vazio dentro de mim
Congelou meu coração, tornando-o duro e sem amor
Incapaz de amar novamente
Consumida por sentimentos carregados
Eu amaldiçoo o dia que nossos caminhos se cruzaram

Ah como desejo apagar essas páginas do meu livro
Rasgá-las e lançá-las ao fogo para queimar... queimar

História maldita, maldito amor
A todos aqueles que amam eu amaldiçoo
O amor é um veneno mortal na mão daqueles que não sabem amar
E eu odeio o amor... eu odeio você!

by Bruna M.


sexta-feira, 23 de maio de 2014

Mentiras... O Mal da Humanidade


O mundo está tão frio e escuro
Pessoas cada vez mais superficiais e vazias
Hoje sinto-me perdida em meio a essa desarmonia da vida
Isso aflige meu frágil coração

A atual realidade humana se alimenta do sofrimento alheio
Se alimenta do fazer mal ao outro para conquistar os teus objetivos
Pessoas hipócritas em um mundo despedaçado
Afundando-se cada vez mais na própria sujeira

Cá estou eu, perdida nesse mundo de pessoas vazias
Vejo sujeira por todos os lados...
Não há saída...
Ilusões e mais ilusões sobre o que é certo e o que é errado

Arranque o mal pela raiz
Corra... se afaste o máximo que puder

Verdades agora se misturam com mentiras
Camuflando toda a verdade e fortalecendo a mentira
Infelizmente não há mais para onde correr
A mentira já se espalhou e começa a sua reviravolta

As alegrias estão sendo destruídas como papel queimando
Meu mundo foi totalmente destruído
Nada além de dor e mentiras para contar a história
Minha vida agora é um livro em branco
Tudo foi completamente apagado...

Dor e agonia, ah como eu lhes desejo
Eternas companhias, aquelas que jamais me abandonam
Fiquem comigo pela eternidade
Agora me acompanhem nesta queda livre
Está ficando tudo tão escuro...

by Bruna M.